sábado, janeiro 30

Fantasmas da minha memoria



E quando derrepente me bate aquela nostalgia,
A lembrança que me vem, e torna meu passado o presente.
Lembro daqueles amigos, daqueles que diziam que sempre estariam comigo. E não estão! Choro...
Lembro daqueles delirios de quando adolescente, sonhos infantis e bobos. Sorrio...
Me lembro daquele meu primeiro beijo, meu primeiro EU Te Amo, e a primeira vez que eu descobri que não era de verdade...
Essa minha nostalgia, essa tal viajem ao passado, me traz tantos daqueles mesmo sentimentos de antes.
Eu fico perdida no tempo, e tenho medo do passado retornar, e virar futuro.
Saudade daqueles que fizeram parte da minha história, daqueles que estavam comigo nas minhas travessuras de menina.
Saudade daquele meu cabelo cheio de presilhas, e que eu achava o maximo!
Aquele meu vestido, em que quando o usava, dizia que eu era uma princesa.
Hoje sou mulher, que ás vezes se perde no tempo, e que sofre de uma grande nostalgia...

Um comentário:

Jυℓyαnα ツ disse...

Também tenho me sentido assim...
O tempo vai passando e coisas que consideravamos eternas nós vemos que simplesmente...
Passaram...

Bejãooo ;*