terça-feira, março 16

Achei linda essa passagem, me identifiquei muito...


"Aliás, não tenho escrito versos. Não é que eu não queira, mas eles simplesmente me abandonaram.Faço às vezes algumas anotações, penso eu o impulso de escrever vai novamente emergir, mas é engano meu. Nada de forte, de original, sai do meu coração. De um coração morto não costuma sair boa poesia. A poesia precisa de crenças, de sonhos, de horizontes amplos para se espraiar.Precisa de um coração aberto e de generosidade. Eu, ao contrario, me sinto seca, estéril, sem nada a dizer."
                                                                                                  (Júlia - Roberto Gomes)


P.S: Talvez eu não poste essa semana o último capitulo de "Alucinações" e nem o segundo capitulo de "Um amor de verão", pois estou com Dengue, e o pouco tempo que me sentei aqui já foi o suficiente para o meu corpo começar a doer, bom me desejem melhoras, e espero voltar o mais rápido possível...
bjkas

3 comentários:

Hamilton H. Kubo disse...

Olá! Sinto que esteja ruim!
Espero que melhore logo, e para isso consuma muito líquido ok!
Beijos estimo melhoras!!

...Lost Angel... disse...

Sinto muito...
Estimo melhoras, e espero que vc colte rapidinho para postar os novos capítulos, pois estou muito ansiosa para lê-los...

Bjinhoss

Juh soy... disse...

Isso tbm acontece cmg! Sinto vontade de escrever mas nada sai! Nada! É horrível...

Espero que vc melhore e logo, para poder continuar a colocar esses textos para a gente ler!