sexta-feira, maio 21

Um bilhete


Cresci subindo muros, roubando pão, fui criado em meio as drogas, ouvindo minha mãe gritando, me chamando por palavrões, desgraça era meu sobrenome.
Desgraça é o mundo onde nasci!
Sou ladrão, mato para sobreviver.
Eu queria que fosse diferente, mas meu mundo é assim, vivo em um país onde quem governa nos ensina a roubar. Eu roubo com arma na mão e toca preta na cabeça, eles roubam de paletó e gravata, me chamam de bandido, e eles de políticos.
Vivo em uma sociedade "beleza", que aceita a corrupção, que vivem na corrupção, são corruptos e votam nos mesmos de sua laia. Chamam a policia para mim, mas não tem coragem de chamar o presidente, e pedi-lo um pão com manteiga para mim.
Estou com fome...
Vou pegar meu brinquedo de matar, com licença, agora eu vou roubar...

3 comentários:

Dayane Figueiredo disse...

Nossa que texto hein, realmente é verdade isso..vida cruel =/ mas...seu blog ta show..eu ja vinha aki bem antes de fazer um blog..parabens e sucesso sempre! to te seguindo aki..se puder da uma moral la no meu :) preciso de incentivos..sou nova blogueira,,rs...beijos amor! se puder me segue lá xD

www.dicasquevoceprecisa.blogspot.com

Nathalia Almeida disse...

nada mais que a triste realidade do Brasil!

muito bem escrito!
Beijo'

Hamilton H. Kubo disse...

A triste verdade transposta em palavras.

Beijos Gabriela!