segunda-feira, janeiro 11

Alucinações

1º Cap.   -   O ínicio



Sou Sierra, tenho uma vida normal, trabalho, a noite vou para a faculdade, sou mãe solteira, tenho 22 anos, e tenho uma linda menininha de 4 anos.
 -Querida já está pronta para a escola? - perguntei a Liss , minha filha
-Sim mamãe!
-Então vamos!
  E a rotina daquele meu dia começara, levar Liss a escola, trabalhar durante todo o dia, voltar e busca-la, deixa-la com a vovó e ir para a faculdade. Quando cheguei na escola de Liss desci ela do carro e fui leva-la até a porta de sua sala, quando voltei tinha um senhor olhando dentro do meu carro, na hora assustei e gritei com ele:  -Ei! o que você quer?
Ele olhou para mim, e ficou assim uns segundos, o tempo suficiente para eu me aproximar do carro, quando cheguei ele olho novamente para dentro do carro, e algo o assustou e ele saiu a correr, eu fiquei meio confusa e abri devagar a porta do carro e não vi nada lá dentro, bom, não podia ficar com muita frescura, estava atrasada para o trabalho.
 O sol já estava se pondo quando sai do serviço, quando cheguei no estacionamento vi que as janelas do meu carro estavam abertas, estranhei e lutei contra minha mente para tentar lembrar como eu fiz aquela besteira, imagina alguém poderia ter o roubado. Até o momento meu dia estava normal, com exceção daquela minha queda de memória, quando cheguei a escola de Liss sua professora veio correndo em minha direção:
-Senhora Sierra, poderia me acompanhar até a enfermaria?
Na mesma hora saltei do carro e assustada:
-O que aconteceu a Liss?
-Não se preocupe, nada muito grave, bom durante o horario de aula Liss começou a correr pela sala, e quando eu pedi para  ela se sentar, ela disse que não podia pois Maria Julia estava tentando puxar seu cabelo, acontece que na nossa sala não tem nenhuma Maria Julia, nem ao menos tinha alguém a correr atrás de Liss, então Liss correndo pela sala acabou caindo e machucou de leve o bracinho.
-Meu Deus, minha filha está vendo pessoas que não existem?
-Sierra isso é comum na idade dela, ela começa a ter os chamados amigos imaginarios.
Nesse momento eu chegava na enfermaria, Liss correu e me abraçou chorando dizendo que Maria Julia havia puxado seu cabelo, eu olhei para sua professora que com um gesto me mandou dizer com carinho que Maria Julia não estava mais ali e que não voltaria.
Aquilo martelava em minha mente, quando fui chamar Liss para jantar percebi que ela estava olhando fixamente para sua boneca, de uma maneira que eu jamais tinha visto, era assustador confesso.
-Liss querida venha jantar!
-Esta bem mamãe- disse ela sorrindo- mamãe, eu vi Maria Julia de novo, e você me disse que ela não voltaria!
-Você a viu? Onde querida?
-Ali! - disse ela apontando o dedo em direção a janela, onde se via o balanço
-Ali no balanço querida? - perguntei assustada
-Sim, ela fazia caretas para mim
Respirei fundo e dei um sorriso para Liss, a sentei na mesa e fui ligar para minha mãe:
-Mãe não vou levar a Liss para sua casa hoje!
-Porque querida?
-Ela não está muito bem, quero ficar com ela
-O que ela tem?
-Nada grave, só preciso passar um tempo com ela.
-Está bem. -Disse minha mãe não acreditando muito no que eu dissera
Desliguei o telefone e quando cheguei na sala uma surpresa, vi um homem, ele era estranho e estava sentado no meu sofá, mas por um reflexo ele sumiu, eu sabia que estava delirando, devia ser a preocupação com Liss, e agora eu estava vendo coisas também.
Tranquei  todas as portas, sentei-me com Liss e esperei ela terminar, depois a levei para dormir e fui tomar um banho, eu não estava me sentindo bem, tinha alguma coisa estranha domando meu coração, ele parecia me dizer que algo aconteceria...

                                                                Continua...

3 comentários:

defélix, disse...

essa sua história me envolveu!
muito boa, muito bem escrita!
nossa parabéns!

estou amando...
espero a segunda parte!

;D

Rebeca Rocha :) disse...

Queria muito de presentear com um template novo!
Se inscreve lá!

http://afantasticafabricadetemplates.blogspot.com/

Jυℓyαnα ツ disse...

O.O
Estou muito curiosa!!!
Essa história prendeu minha atenção *-*
Posta mais!!!
Bejãooo ;*
E te espero lá no blog ;p